sábado, 28 de setembro de 2013

Foi a teoria da evolução a base ideológica para o Holocausto?

Charles Darwin e os seus discípulos não só eram pseudo-cientistas como eram racistas radicais e fanáticos. Ernst Haeckel, biólogo Alemão e contemporâneo de Darwin, estabeleceu as bases sobre as quais o racismo e o imperialismo assentou, resultando no regime nacional-socialista de Hitler. Edward Simon, a biólogo Judeu da Universidade de Purdue
Não alego que Darwin e a sua teoria da evolução causaram o Holocausto  mas não posso negar que a teoria da evolução, e o ateísmo que a mesma gerou, levaram ao clima moral que tornou possível o Holocausto.
Seria interessante saber que tipo de “clima” os estudantes das escolas públicas enfrentam actualmente à medida que eles são ensinados que vieram (evoluíram) dum animal, e que a sua vida não tem qualquet tipo de propósito. Será que o incrível número de mortes e problemas sociais actuais são o resultado do Darwinismo? Estou convencido que sim, visto que se alguém acredita que a vida não tem qualquer tipo de propósito, e que o homem se originou num animal, então a dignidade, a bondade, a honestidade, a fidelidade e a justiça não têm qualquer tipo de relevância ou importância.
Sir Arthur Keith, um evolucionista bem conhecido,
O que nós vemos é Hitler profundamente convencido de que a evolução gera a única base real para a política nacional. A forma que ele encontrou para assegurar os destinos da sua raça foi uma matança organizada que inundou a Europa com sangue.
A irracional, anti-bíblica e não-científica filosofia de Darwin e dos seus colegas estabeleceu a base para centenas de anos de ódio, barbarismo e descrença, algo que vai impactar milhões de vidas inocentes. Se Darwin estivesse vivo nos dias de hoje, ele seria vaiado para fora da comunidade científica porque não era um cientista qualificado, e também devido à sua chocante visão dos Negros. Darwin era de opinião de que, em termos evolutivos, os Negros estavam mais próximos dos “antepassados macacos” do que da raça Branca. Seria interessante saber o que os líderes Negros esquerdistas, sempre muito vocais contra o racismo (real ou não) pensam disto.
O discípulo de Darwin T. H. Huxley escreveu:
Pode ser bem verdade que alguns Negros sejam melhores que alguns Brancos, mas nenhum homem racional, conhecedor dos factos, acredita que o Negro comum é igual ou ainda superior ao Branco comum. . . . . O lugar mais elevado da hierarquia civilizacional não se encontrará certamente ao alcance dos nossos primos mais escuros.
Como é que a “National Association for the Advancement of Colored People” receberia o termo “Primos Escuros”?
Mas as coisas só pioram: Henry Osborne, que foi um professor de Biologia e Zoologia na “Columbia University”, afirmou que os Negros se encontravam bem mais atrás na escada evolutiva (mais perto dos macacos) do que os Brancos, e que “o padrão de inteligência do Negro adulto comum era semelhante ao duma criança Homo Sapiens de 11 anos.” Ou seja, os Negros nem humanos são, algo que o mais fervoroso membro do KKK não defende. Edwin Conklin, professor de Biologia na “Princeton University” e presidente da “American Association for the Advancement of Science”, afirmou que os Negros ainda não haviam evoluído tanto como o Brancos, e que “Todas as considerações deveriam levar aqueles que defendem a superioridade da raça branca a lutar para preservar a sua pureza, e estabelecer (e manter) a segregação das raças, uma vez que quanto mais ela for mantida, maior será a preponderância da raça branca." Os maiores odiadores dos últimos 100 anos eram evolucionistas. Homens como Nietzsche (que frequentemente dizia que Deus estava Morto, apelou para reprodução da raça superior e para a aniquilação dos desajustados) Hitler, Mussolini, Marx, Engels, e Stalin eram todos evolucionistas, e todos eles foram responsáveis pela matança de milhões de pessoas, e responsáveis pela destruição da liberdade um pouco por todo o mundo. É incrível como tantos esquerdistas, radicais, fascistas, comunistas e os facilmente impressionáveis adora no santuário de Darwin.
Conclusão: Respondendo à pergunta que serve de título ao posto, sim, as bases do racismo moderno, do ódio e da violência levada a cabo nos últimos encontram-se no ensino da teoria da evolução.
Fonte: Darwinismo.

Compartilhe com os seus o que lhe interessa!

PDF e/ou impressão:

Print Friendly and PDF
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Envie este artigo para seus seguidores!

Locais dos Estudantes de hoje:

podcasting