quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Diálogo sobre Miguel e Lúcifer - introdução


"Olá, não querendo ser chato (mas com certeza vai soar assim)[,] [o]nde está escrito que Miguel é Deus? Onde está escrito sobre "Lúcifer"? Por que você acha que "Lúcifer" é alguém? a palavra lúcifer é adjetivo e não substantivo nominal, tanto que em alguns textos antigos em uma das cartas de pedro esta usado o mesmo termo se referindo a Cristo. E em nenhum lugar da bíblia se refere a uma entidade chamada Lúcifer e nem sobre uma descrição do "satanás" "diabo" "anti-cristo" ou coisa assim, nem como querubim nem como nada" (Alexandre*, comentando o artigo: O Plano da Redenção para os anjos - 2ª parte)

Obrigado por seu comentário e seu interesse num diálogo e parabéns por pensar em assuntos bíblicos tão importantes para nosso desenvolvimento espiritual.

Respondendo a sua primeira indagação, eu lhe sugiro os seguintes artigos:



Para as suas duas últimas perguntas: Isaías 14:12 (KJ) afirma:

"How art thou fallen from heaven, O Lucifer, son of the morning! {how} art thou cut down to the ground, which didst weaken the nations! {O Lucifer: or, O day star}".

Na NVI está escrito assim:

"Como você caiu dos céus, ó estrela da manhã, filho da alvorada! Como foi atirado à terra, você, que derrubava as nações!"

Na LXX aparece o termo "εωσφόρος", "estrela da manhã" ou "lúcifer" (filho da luz). Um adjetivo aplicado a um sujeito muito real, certo?

O mesmo adjetivo é aplicado ao Senhor Jesus em II Pe 1:19, confira:

"We have also a more sure word of prophecy; whereunto ye do well that ye take heed, as unto a light that shineth in a dark place, until the day dawn, and the day star arise in your hearts" (KJ).

"Assim, temos ainda mais firme a palavra dos profetas, e vocês farão bem se a ela prestarem atenção, como a uma candeia que brilha em lugar escuro, até que o dia clareie e a estrela da alva nasça em seus corações" (NVI).

Pedro também usou o símbolo "leão" (I Pe 5:8) para representar a Satanás enquanto João (Ap 5:5) o usa para Jesus! A serpente representa tanto Satanás (Ap 12:9) quanto Jesus (Jo 3:14), e por aí vai! Esses paralelos evidenciam a existência do anjo caído, Satanás ou Lúcifer, já que Jesus é uma Pessoa bastante real!

Por fim, consultemos o profeta Ezequiel: "Você foi ungido como um querubim guardião, pois para isso eu o determinei... Por meio do seu amplo comércio, você encheu-se de violência e pecou. Por isso eu o lancei em desgraça para longe do monte de Deus, e eu o expulsei, ó querubim guardião, do meio das pedras fulgurantes" (28:14 e 16).

Aquele que era como a Estrela da manhã, como Jesus; aquele que era um anjo querubim, como Jesus também possui a natureza angelical (cf. os dois artigos sugeridos acima), se tornou "diabo" ou acusador, "satanás" ou adversário! Jesus não. Ele nunca deixou de ser a Estrela da manhã e hoje Sua luz alcança a todos os que vivem na noite sombria das trevas do pecado! (Hendrickson Rogers)

O artigo continua: "Diálogo sobre Miguel e Lúcifer - 2ª parte".
                            "Diálogo sobre Miguel e Lúcifer - conclusão"

*Alexandre é um leitor do blog.

Compartilhe com os seus o que lhe interessa!

PDF e/ou impressão:

Print Friendly and PDF
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Envie este artigo para seus seguidores!

Locais dos Estudantes de hoje:

podcasting